Marketing Estratégico – Café com Propaganda – Ilka Carrera

café com propaganda

Aconteceu ontem, no Espaço Cultural Castro Alves, da Livraria Saraiva – Salvador Shopping, o Café com Propaganda – Evento, promovido pela Universidade Salvador – UNIFACS, que consiste em uma série de debates com diversos temas e palestrantes de Comunicação da Universidade, direcionado aos semestres dos cursos de Comunicação da instituição, a fim de agregar conhecimentos extracurriculares para seus alunados.
Excepcionalmente ontem, o evento foi direcionado para turma de Publicidade e Propaganda, do 5º semestre, devido às pendências que turma apresenta perante a falta da matéria Marketing II no quesito de respeito ao lecionamento do resposnável.
Ministrada por Ilka Carrera – profissional de Relações Públicas, mercadóloga e Professora da UNIFACS – o tema debatido foi Marketing Estratégico.

 

Em sua primeira frase Ilka usou como definição para “Marketing Estratégico” o pleonásmo, pois o marketing, em si, já é estratégico, sendo conhecido, em linhas gerais, como o processo onde ocorre o estudo e o gerenciamento de estratégias úteis para empresas e consumidores.
A premissa é que o Marketing é a ciência que estuda o mercado. Isso todos nós sabemos. Mas o diferencial do Marketing Estratégico é saber focar nas principais perguntas quando o assunto é PRODUTO e CONSUMIDOR: Onde; Como; Quem; Quanto; Quando; Até quando?

Assim que respondidas essas perguntas, o profissional de marketing deve se basear completamente no processo de marketing para:
1º Analisar as oportunidades;
2º Selecionar os mercados-alvo;
3º Desenvolver o Mix de Marketing;
4º Gerenciar os procedimentos.

Não só as grandes, mas qualquer organização DEVE pensar em Planejamento de Marketing, pois esse “diferencial” deixou de ser apenas um diferencial e tornou-se essencial no mercado no qual estamos inseridos, seja como consumidores, como empresa ou como concorrência.
A muito tempo, ter um responsável por Marketing numa empresa era sim o diferencial, mas com a concorrência, com a globalização e principalmente com a evoluação tecnológica crescente no mercado, os produtos que surgem não são mais para suprir as necessidades dos consumidors, e sim para “roubar a sua fatia no mercado”, ou seja, o seu market share. Não há mais opção.
Uma empresa que estrutura sua comunicação com planejamento estratégico, tende a mensurar retornos altíssimo perante àquelas que não focam nesse quesito.

A Coca-Cola e o Google são exemplos claros de empresas que cresceram com base em planejamento de estratégias que as posicionou tão bem a ponto de serem líderes no mercado durante diversos anos consecutivos, em seus determinados segmentos, com suas determinadas fatias.

coca_cola_logo google

O mais importante de tudo isso é que essas empresas, principalmente, não investem em comunicação no processo de marketing porque são essas empresas, mas são essas empresas porque investem em comunicação no processo de marketing. É o iverso.
É preciso pensar estrategicamente desde os princípios da comunicação – mesmo antes do objetivo da campanha surgir – para poder ser obtido um retorno de investimento esperado, e até mesmo superior. Esse ROI consiste em criar um valor tangível para a organização, em termos de resultados econômicos e/ou sociais, a fim de conhecer o seu ambiente para saber se está pronto a reagir no mercado antecipando, sempre que possível, um momento oportuno.

levitt

Theodore Levitt, Professor de Administração de Empresas na Escola de Administração de Empresas da Universidade de Harvard, em seu artigo Miopia em Marketing, nos mostra que a visão curta de muitas empresas as impede de definir adequadamente suas possibilidades de mercado. E inúmeros são os motivos para favorecer essa ocorrência, dentre eles o erro na análise de mercado.
Quando se é míope no mercado, enxerga-se muito mal “o longe”.
A definição simples e clara dele sobre o marketing é que “Marketing é obter e manter clientes”.

Arapuã e Mesbla são exemplos clássicos de empresas que afundaram no mercado porque não fizeram as análises de oportunidades – de micro e macro ambiente, COMO deveriam e, mais importante, QUANDO deveriam. Não utilizaram o marketing ao seu favor.

É importante lembrar que o Marketing Estratégico não foca no operacional, mais sim nas oportunidades para segmentar o público e direcionar a estratégia.
É simplesmente assim: mais estratégico do que operacional.

philip kotler

Philip Kotler, ou Phifi (intimamente apelidado por Carreca o Pai do Marketing) define, em linhas gerais, o marketing como “a arte de ajudar os clientes a tornarem-se ainda melhores”.
Frase que se adequa a diversas aplicações ao marketing, como por exemplo pessoal, de serviço, político, social, esportivo e principalmente Marketing aplicado ao Digital – Marketing Digital.

Saber agregar e aperfeiçoar cada análise dessa ao determinado segmento que se quer atingir define o posicionamento estratégico como sendo o marketing que sai do operacional para ir de encontro com a formulação estratégica do plano de comunicação predeterminado.

war

“O Processo de Marketing é idêntico ao jogo #WAR: planejamento estratégico e depois ação.” por @ilkacarrera

Como ganhar esse jogo?
Como continuar no mercado?
Não conhece esse jogo? #fail

Explicações do jogo:
A análise do tabuleiro de WAR é puro Marketing.
Quando se perde um pino, perde-se também uma fatia de mercado.
E a lógica predomina: quando um lado ganha, o outro perde.
Assim é com a bolsa de valores: enquanto vários estão ganhando absurdamente com o seu aumento, inúmeras pessoas tão estão perdendo.
Então, a estratégia é uma fórmula ampla que define o modo como uma emprese vai, pode e deve competir. Pensar e agir com estratégia é a chave do sucesso. Michael Porter diz em diversas ocasiões que “não é porque você simplesmente colocou uma estratégia no papel que deve achar que todos vão segui-la. É muito importante debatê-la, aperfeiçoá-la.”

O Processo de Planejamento Estratégico possui subunidades imprescindíveis para dar continuidade ao posicionamento da comunicação. Ele analisa as necessiades comunicacionais do cliente, assim como as vantagens de um planejamento eficaz, tornado a sequência OBEJTO – ESTRATÉGIA – PLANO DE AÇÃO, de fato, a análise do cenário.
Estratégia de marketing é estratégia inteligente. É o casamento entre a organização, o indivíduo e o ambiente, em perfeita sincrônia.
É saber agir a partir de seus próprios pontos fortes e fracos, assim como com os do seu oponente.

300

Segundo Michael Porter, “o objetivo de estratégia é a construção de um potencial de sucesso atrás do uso de vantagens competitivas”.
Essas vantagens poderiam ser obtidas por meio de três estratégias básicas: custos mínimos, diferenciação e/ou nicho.
As duas primeiras dizem respeito ao produto. A última, ao mercado.
O famoso “Rei da Pequena Montanha”, porque vender um diferencial no plano de comunicação sem ter um diferencial no produto, não funciona. A não ser a curto prazo, quando engana-se o cliente.
A diferenciação não é apenas no produto, mas em todos os seus agregados.

starbucks
A Starbucks, por exemplo, é uma das maiores marcas no mundo que possui um produto, até então imutável e sem diferencial, mas que soube buscar um valor em seus agregados que a fizessem superior e bem posicionada perante o mesmo produto do mesmo segmento de mercado no qual se insere, o café.

A Imaginação de Marketing, de Theodore Levitt:
theodorelevitt

O Marketing transforma problemas em oportunidades. É a maneira com a qual se obtem e mantém clientes. É saber fazer com que os consumidores queiram o seu produto, e não o da concorrência.
“Imaginação de Marketing significa construir mentalmente o quadro do que existe e do que deveria existir”.

Em 1h30, Ilka Carrera demonstrou para a turma de Publicidade e Propaganda do 5º semestre da UNIFACS, como o Planejamento Estratégico em Marketing reflete no posicionamento de uma empresa, e o quanto esse setor está cada vez mais inserido na realidade de todos os segmentos, variando apenas a forma com a qual é trabalhado.
Uma coisa é certa: mercadologia se baseia no processo de perceber as ameaças, perceber as fraquezas, e encontrar uma solução. Depois disso, SOMENTE DEPOIS, investir em comunicação, já que enquanto alguém está perdendo, podemos planejar estrategicamente para estar ganhando.

“O homem não domina os ventos, mas pode dominar as velas.”

1 Response to “Marketing Estratégico – Café com Propaganda – Ilka Carrera”


  1. 1 ANTONIO 22/05/2010 às 12:57

    muito bom


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





%d blogueiros gostam disto: