A Geração Y no trabalho (com Infográfico)

A mudança é algo que faz parte da rotina da sociedade atual e, consequentemente, das organizações. Estar antenado nas tecnologias e usá-las ao nosso favor, é o maior desafio do profissional de comunicação. Por esse motivo, os planos de negócios, o workplace enviroment e a gestão de uma empresa devem apresentar, em consenso, um planejamento que reconheça que o sucesso de um empreendimento está diretamente ligado ao desempenho de seus funcionários.

Planejamento_Geração-Y-no-trabalho

 

Continuar lendo “A Geração Y no trabalho (com Infográfico)”

A volta dos GIFs e mais de 25 anos de história – GERAÇÃO Y e Millennials

É muito comum nos dias atuais ouvir o termo Geração Y, usado particularmente para descrever a geração que nasceu entre 1977 e 1990. A evolução da tecnologia se deu muito rápido no quesito econômico e social durante essas décadas e por esta razão, enquanto pais procuravam crescimento constante na vida profissional e a adequação aos já conhecidos “modelos sociais”, os jovens descobriam a internet, os jogos eletrônicos e as tecnologias digitais. Nascida em 1989, acompanhei de perto essa evolução e de acordo com o meu ponto de vista, a geração Y é assim conhecida pelo fato de estarem sempre conectados, com fone de ouvidos imitando o formato de um Y, sempre pendurados nos ouvidos, desde o walkman, discman e seus sucessores.

geracao-y-fone-de-ouvido

Arquivo: Google Images

Já os Millenials, nascidos durante e após à virada do milênio, é uma geração imersa em tecnologia, babás eletrônicas, banda larga, smartphones, games em 3D, realidade aumentada, códigos e instantaneidade. Os Millennials, nasceram em um mundo onde o acesso ao conteúdo não se limita apenas às enciclopédias e pesquisas em bibliotecas, mas numa realidade onde a informação pode ser acessada em questões de segundos. Dos anos 2000 até os dias atuais, a privacidade é quase inexistente, inclusive diversas leis foram criadas para assegurar a segurança e direitos humanos no meio digital. No entanto, a crise mundial de 2008 mostrou que o modelo econômico dos anos 80, ainda em vigência,  dá adeus ao sucesso individual. Atualmente, o modelo home office ou o coworking é muito utilizado por ambas as gerações, que entravam na bolha, crescendo imersos às tecnologias muito utilizadas no cotidiano, dando mais valor à qualidade de vida do que mesmo ao crescimento profissional. Surgiam novos cargos, novas leis, novas formatos sociais e econômicos e empresas 100% digitais.

millennials

Arquivo: Web Personalization

As Gerações Y e Millennials são gerações que priorizam o compartilhamento e utilizam plataformas especialmente desenvolvidas para atender às nossas necessidades. Mas, esse é um assunto para ser desmembrado em um outro post.

The Simpsons Hello GIF-downsized

Arquivo: GIPHY

O foco aqui são os GIFs. A sigla, nada mais é que Graphics Interchange Format, utilizados inicialmente para introduzir imagem com cor à Internet. Seus primeiros registros datam em 1987, divulgados através de um projeto da CompuServ, que foi o primeiro centro comercial online, com serviços na Internet, surgindo nos Estados Unidos. No final da década de 80, a Internet ainda apresentava diversas limitações, sendo uma delas a conexão lenta e a demora ao carregar páginas de sites mais pesados. Assim, o GIF surgia como complemento às páginas de sites, indicando que o site estava em construção, sinalizando ícones e divisões de departamentos dentro do website, assim como formatos divertidos, animados e rapidamente carregados para uma utilização, menos demorada, e de acesso ao conteúdo digital.

human-internet-evolução

Arquivo: Money Evolution

No início dos anos 2000, já era possível acompanhar o declínio dos GIFs, que foram substituídos por códigos e formatos de páginas em Flash, agregados ao surgimento da Banda Larga e o fim da conexão discada, trazendo mais velocidade, animações, páginas estáticas e muito mais tecnologia à realidade do internauta. Rapidamente o uso dos GIFs, que já apresentavam imagens de baixa qualidade e menos cores em RGB (apenas 256), foi ficando para trás e os internautas procuravam compartilhar imagens em High Definition, vídeos, imagens estáticas, com mais definições de cores e conteúdo de qualidade.

Arquivo: GIPHY

Há registros da volta da utilização dos GIFs nos anos que vão de 2007 à 2013, sendo reutilizados em plataformas como Tumblrs, blogs e recentemente no Twitter, Instagram, Snapchat e até mesmo em site de notícias. Nesses casos, os GIFs são utilizados como stickers para adicionar à uma imagem ou vídeo, com o intuito de complementar a ideia dos arquivos e ao mesmo tempo deixá-los mais “divertidos”. Confesso que alguns GIFs, principalmente aqueles retirados/criados a partir de cenas de filmes/desenhos/séries, são os que eu mais utilizo. Acredito que dão vida e outro sentido às imagens estáticas que demos tanto valor na década passada.

neve-wicklow-irlanda-ireland

Até mesmo eu já contribuí para compartilhamento no formato .gif. Essa imagem acima foi desenvolvida por mim, através de um vídeo em formato 3gp, que gravei com um grupo de amigos em 2013, na cidade de Wicklow, na Irlanda (e fez muito sucesso entre a gente). O objetivo era que fosse divulgado no Tumblr “Como me sinto quando…”  mas não obtive reposta do site até hoje (sic). Então, fica o registro aqui.

GiPHY-no-Instagram-Stories1

Arquivo: Canal Tech

Atualmente, plataformas como o Instagram e Snapchat deixaram de exibir temporariamente o serviço da GIPHY, companhia que disponibiliza a biblioteca de gifs para as plataformas digitais, devido à um caso isolado de racismo. Usuários notificaram ao Instagram os usos indevidos dos stickers e algum deles sendo totalmente racista. Imediatamente o Instagram suspendeu a utilização dos gifs em sua plataforma, sendo seguido pelo Snapchat. A suspensão ficou em vigor por volta de um mês, até serem disponibilizadas novamente, “para a nossa alegria”. Durante a suspensão, a empresa GIPHY confirmou a revisão de toda a sua biblioteca por quatro vezes, para garantir que nenhum outro gif que se enquadre em racismo esteja disponível e afirmou que examinará quaisquer novos gifs adicionados, garantindo assim uma boa experiência para os usuários do Instagram. That’s all, folks!

Sanaa Lathan Goodbye GIF by Bounce-downsized

Fontes:

The Verge

Revista Clichê

TechCrunch

 

Aprender inglês pode ser divertido, sim!

Olá meninas e meninos, tudo bem?

Hoje o assunto é música. Pra mim, música é o melhor auxiliar para aprender a praticar outra língua, nesse caso, o inglês. Tenho ídolos musicais, com sua língua nativa sendo o inglês, desde que era uma criança e, sempre procurei aprender as letras das minhas músicas favoritas.

watercolormusic

Morei na Europa por 5 anos e hoje em dia me deparo com algumas músicas que cantei a vida inteira, de forma errada. Ou interpretava de forma errada, por conta de algumas expressões que variam de região para região, as influências que cada artista representa, e até mesmo do repertório que o mesmo carrega (ou quer passar para o público).

Por isso, trouxe aqui exemplos diferentes e atuais, para vocês não passarem pelo mesmo que eu, e consigam entender corretamente o que o seu artista favorito quer dizer.

Escolhi 5 artistas, com ritmos e gêneros musicais variados, e com músicas em inglês, para mostrar algumas expressões legais , que vocês possam utilizar no dia a dia. 🙂

Se liga ai!

  1. SELENA GOMEZ

Meu primeiro exemplo, é uma música da Selena Gomez, The Heart Want What it Wants. A atriz, compositora e cantora, atualmente tem 24 anos e é nativa de Dallas, no Texas. Selena traz nesta sua música, duas expressões interessantes:

EXP 1

Na frase acima, Selena Gomez se refere ao contato que ela espera do seu amado. Ela canta: But I’m not alive until you call/ and I’ll bet the odds against it all. Significando: ”Mas eu nao me sinto viva ate voce me ligar, e apostarei todas as fichas contra o que dizem”. (No caso, sobre o que dizem sobre o amado em questao).

EXP 2

Já na segunda expressão, nós podemos notar a referência direta que ela faz ao linguajar dos marinheiros. No wind in our sails literalmente significa ”sem vento nas nossas velas”, o que quer dizer que sem vento, o barco não sai do lugar. E metaforicamente, significa que ela e o seu amado estão presos em uma mesma situação há tempos, e essa, não necessariamente, é uma situação agradável.

Confere ai no vídeo:

Continuar lendo “Aprender inglês pode ser divertido, sim!”

Kevin Mitnick – Campus Party Brasil 2010

O Campus Party Brasil 2010 é considerado o maior evento de inovação tecnológica, Internet e entretenimento eletrônico em rede do mundo. Realizado anualmente em São Paulo durante 7 dias, iniciou o encontro no dia 25 de janeiro de 2010, reunindo milhares de entusiastas da internet, inovações, novidades e tecnologia.

O público une diversas tribos presentes em redes sociais na Internet, principalmente os curiosos, formadores de opiniões, especialistas, iniciantes e por ai vai.

Dentre os inúmeros ilustres convidados para as mais variadas apresentações, o ex-hacker Kevin Mitnick, um dos maiores nomes da edição 2010 da Campus Party, ministrou nesta terça-feira (26 de janeiro de 2010), uma aula sobre as mais modernas formas de invasão de sistemas. Recebido como herói e aplaudido quando contava detalhes de alguns dos golpes que resultaram em cinco anos de prisão na década de 90, Kevin Mitnick deixou claro que a palestra serve de alerta para os riscos que todos nós corremos hoje em dia na web e as medidas que devemos tomar para nos proteger.

Continuar lendo “Kevin Mitnick – Campus Party Brasil 2010”

Evento Apple – Apple Tablet | iPad

Come see our latest creation é a chamada principal do evento da Apple que acontece hoje, dia 27 de janeiro de 2010, em São Francisco, Califórnia, às 16h pelo horário de Brasília.
A imagem abaixo, refere-se ao convite oficial da Apple enviado para à impressa, blogs internacionais e para os convidados do evento.

Às 16 horas de hoje, o co-fundador das empresas de informática Apple Inc e guru da tecnologia, Steve Jobs (CEO Apple), ministrará a apresentação de todo o Evento Apple, subindo ao palco do Yerba Buena Center for the Arts Theater.

Desde que os rumores sobre o afastamento, devido problemas de saúde, de Steve Jobs começaram, a Apple pareceu estar menos ativa no mundo da tecnologia. Porém, como perfil de Steve, ao menos uma novidade ou especulação sobre o lançamento de um novo produto já estava sendo divulgada nos mais importantes websites de tecnologia.

Continuar lendo “Evento Apple – Apple Tablet | iPad”

O que é Sextexting e o que há por trás do termo?

O Sextexting (também conhecido como “Sexting”) significa a fusão entre as palavras inglesas “sex” (sexo) e “texting” (mensagens enviadas pelo celular) é um termo inglês que refere-se a divulgação de conteúdos eróticos e sensuais através de telemóveis, aparelho portáteis – em grande maioria celulares de fácil acesso. Essa prática teve seu início através das mensagens SMS de natureza sexual direcionadas para outros usuários de telemóveis, sendo cada vez mais comum entre jovens e adolescentes, e esse termo designou uma série de ações no mundo inteiro.
Com o avanço tecnológico o aumento da prática do sextexting de envio de fotografias e vídeo (utiliza-se o mesmo termo, Sextexting, para vídeos) têm crescido e evoluido com a mesma proporção das variedades de aparelhos móveis lançados a cada dia.

Continuar lendo “O que é Sextexting e o que há por trás do termo?”

ADIDAS x PUMA: uma guerra entre dois irmãos

Por trás da rivalidade entre as duas empresas, está uma violenta briga familiar, tendo como protagonistas os irmãos Adolf (1900-1978) e Rudolf Dassler (1896-1974).

Na década de 20, os Dassler começaram a fazer calçados esportivos na área de serviço da casa onde moravam. Após o fim da Segunda Guerra Mundial, em 1948, brigaram e desfizeram a sociedade. Separados levaram suas respectivas empresas para o topo do mundo.

Em propagandas clandestinas realizadas com estratégias de marketing, Muhammad Ali, Franz Beckenbauer e Zinedine Zidane tornaram-se lenda das três listras das Adidas, já Pelé e Boris Becker se transformaram em ídolos mundiais com a Puma, sendo estas grandes jogadas contra as marcas.

Entre estratégias de marketing e ações inusitadas, as duas marcas ganharam notoriedade com garotos-propagandas que contribuíram para o seu crescimento.

Continuar lendo “ADIDAS x PUMA: uma guerra entre dois irmãos”

Doubt – Primeiro riddle brasileiro

Doubt - Primeiro riddle brasileiro

Doubt é um jogo de enigmas on line composto por 61 níveis, os quais exigem raciocínio lógico. O objetivo básico do jogo é resolver os enigmas de cada nível para passar de fase, ficando cada vez mais difícil encontrar a resposta.
O site do riddle, que esta on line desde 31/07/2005, é o pioneiro no Brasil neste quesito e oferece além do home para o excelente jogo, dicas de cada fase e suporte no orkut para ajudar os players. Atualmente, existem dois tipo de Doubt: o 1 e o 2. Cada um com suas especificidades.

Continuar lendo “Doubt – Primeiro riddle brasileiro”

Twitter Chick – Música para viciadas em Twitter

Músicas relacionadas às redes e mídias sociais, com temas que fazem referência a elas, são muita e falam de diversos nichos em seus mais variados gêneros musicais.
Atualmente, o novo hit que está dentre as músicas mais escutadas no mundo é “Twitter Chick”. Em inglês, em ritmo de hip hop e cantada por uma dupla de rappers chamada L.A.F.A (Erik Anders Johnson (E.J.Flex) and Theo Von (Lil’ Dutchy)), a música fala sobre garotas viciadas em Twitter – a rede e mídia social que mais foi procurada no Google em 2009, perdendo apenas para o Facebook, em caráter mundial, pois análises do Google Trends confirmam que o Twitter tem sido a palavra mais procurada em 2009, pelo menos aqui no Brasil.
O hit Twitter Chick, que já tem seu videoclipe divulgado no youtube, aborda o dia a dia das meninas que não param de twittar nem um segundo, e twittam em qualquer lugar: nas festas, em casa, com namorado, sem namorado, sobre brigas, compras, enfim. Sobre o tal “What are you doing?” que recentemente virou “What’s happening?” da tão falada rede.
Com imagens sensacionalistas e uma letra descritivamente cômica, o primeiro hit da dupla tem tudo para virar um sucesso.
Colocando “Twitter Chick” no search do Twitter, inúmeros tweets sobre a tag são encontrados, muitos deles sobre garotas que se identificam com a música.

Confira agora o VideoClipe e a música:

E então, se identificou? 😀

Rede Social para Designers – Design Up

Designers, estudantes de Design, aspirantes e interessados nessa área, podem agora compartilhar seus conhecimentos e desenvolvê-los de acordo com cada trabalho visto, e poderá também expor suas próprias criações, ao mesmo tempo em que conhecem pessoas que se interessam pelas mesmas coisas, e que têm aquela visão crítica, com fundamentos, que diariamente sentimos falta.

O DesignUp é um site gratuito de relacionamento totalmente dedicado ao Designer e freelas da profissão. Nele, é possível encontrar diversos gêneros de criação, ferramentas importantes para desenvolver as nossas habilidades, conhecer outros profissionais, buscar vagas de emprego, freelas e estágios, buscar referências, encontrar inspiração e muitos recursos.

Continuar lendo “Rede Social para Designers – Design Up”